Tá No Sangue S.F.C.

Memória Especial: Pelé marcava o histórico milésimo gol

FONTE: www.santosfc.com.br   Por André Mendes.

Pelé apanha a bola no fundo das redes e a beija após marcar seu milésimo gol. Estádio do Maracanã. Rio de Janeiro, 19/11/1969. Foto: AE


Perante um público de 65.167 espectadores o Rei Pelé marcava o gol mais importante de sua monumental carreira, ao atingir a espetacular marca de 1000 gols em partidas com as camisas da Seleção do Exército, Seleção Paulista, Seleção Brasileira, Combinado Santos/Vasco e Santos Futebol Clube.

Foi em uma quarta-feira dia 19 de novembro de 1969 que o melhor jogador de todos os tempos atraiu a atenção da imprensa esportiva mundial para o Estádio do Maracanã na noite em que o Peixe venceu pelo placar de 2 a 1 o time do Vasco da Gama em partida válida pelo Torneio Roberto Gomes Pedrosa, também conhecido como Taça de Prata que teve além do gol do Rei o gol de Renê marcado a favor do onze santista que formou com Agnaldo; Carlos Alberto, Ramos Delgado,Djalma Dias (Joel Camargo) e Rildo; Clodoaldo e Lima; Manoel Maria, Edu, Pelé (Jair Bala) e Abel. O técnico era Antônio Fernandes, o Antoninho.

Jogando só com a camisa do Santos FC o Rei Pelé marcou o seu gol de nº 1000 no dia 02 de julho de 1972 na vitória pelo placar de 2 a 0 diante da Universidad del México em Chicago nos Estados Unidos. Quando assinalou o seu tento de nº 1000 no Maracanã, o Rei marcava o gol de nº 872 só defendendo as cores do Alvinegro da Vila Belmiro.


Rio, 19/11/2009, Há 40 anos, Pelé fazia história com um pênalti: o milésimo gol (Arquivo 19.11.1969) - Há 40 anos, Pelé fazia história com um pênalti: o milésimo gol. Rei do Futebol admite que 'perna tremeu' antes da cobrança no Maracanã. Quanto tempo dura uma cobrança de pênalti? Entre a corrida do batedor e a conclusão da jogada, alguns poucos segundos. Mas a penalidade que deu a Pelé seu milésimo gol parece eterna. É como se o Rei estivesse batendo aquele pênalti até hoje, dia 19 de novembro de 2009, quando o lance completa 40 anos. O gol histórico foi marcado com a camisa do Santos no Maracanã, contra o Vasco, em uma partida válida pela Taça de Prata. O jogo estava 1 a 1. Aos 32 minutos do segundo tempo, Pelé é lançado por Clodoaldo, tromba com o zagueiro vascaíno Fernando e cai na área. O árbitro pernambucano Manoel Amaro de Lima aponta a marca do pênalti. Foto: Arquivo / Ag. O Globo

o relato do feito histórico

Texto: Sylvio Ruiz

Mais de 65 mil pessoas assistiram no Estádio do Maracanã, à noite, pela Taça de Prata, o Santos diante do Vasco, onde o nosso “rei” ia fazer um gol histórico, o milésimo de sua carreira. Maravilha…

No segundo tempo, ocorreu penalti, aos 34 minutos E , gritos: e muitos – Santoooooo, Peléeeeee, choros, e muitos aplausos!
Houve invasão de repórteres, fotógrafos, e ele, carregado nos ombros para a cobrança do penalti.Eram profissionais de todo Brasil e do Exterior,da imprensa estava lá.

Dificilmente será igualado na história do futebol.E improvisando, Pelé fez um apelo em favor das criancinhas pobres e dos necessitados no Brasil. Isto logo após o gol.O time vencido :Vasco com:Andrada;Fidélis, Moacir, Fernando e Eberval; Bougleux e Renê; Arcelino(Raimundinho),Adilson,Benetti e Danilo Menezes (Sílvinho).

E, lá foi o moço de Baurú, o filho de Dondinho (já faleceu), dona Celeste para o momento tão divino: o gol, do “Rei”, e marcado no segundo tempo, mas é bom lembrar que o primeiro periodo foi Vasco 1 a 0, gol de Beneti, aos 16 minutos: cruzou o lateral Fidelis para o aproveitamento de Benetti. Aguinaldo (goleiro, falhou). O capitão Carlos Alberto Torres, deu “força” ao goleiro.O lateral Rildo dava total apoio ao camisa 1. Não podia perder o entusiasmo.

A Festa santista

O Vasco ficava nervoso, o “Peixe” apertava. Mas aos 34, eis o gol número 1.000 esperado por toda torcida brasileira. Clodoaldo(Corró) passou por Eberval, entrou na área, na cobertura estavam Fernando e Renê, e num lance, alavanca faltosa de Fernando:Penalti!. PELÉ foi lá, e “faturou” no canto raso, na esquerda de Andrada. E, após a explosão de policiais, cronistas, torcedores que invadiram o gramado, eis que ele pede:”Antoninho não dá mais,(técnico) vou sair”…
E, depois o Santos ganhava por 2 a 1 .Os vencedores foram estes:Aguinaldo;Carlos Alberto Torres,Ramos Delgado(f), Djalma Dias(Joel Camargo)(f) e Rildo; Clodoaldo e Lima; Manoel Maria, Edu, Pelé (Jair Bala)(f) e Abel Verônico.

Detalhes

Arbitro : Manoel Amaro de Lima (Pernambucano), público de 65.157, com a renda de R$253.275,25.
Assistiram em casa (canal 5) do Dico, Gasolina ou Pelé,grudados na Tv -Colorado),na copa: Dondinho (pai), Celeste( mãe), Lúcia (irmã), Jorge (Tio),Zoca/irmão (hoje advogado,Dr.Jair), a vó e Rose (espôsa). Detalhe:
O primeiro gol, Pelé como profissional, ocorreu em Santo André, contra o Corinthians, local,era goleiro, Zaluar, em 1956, à tarde.

Boa gente, meu camaradinha
Esporte por Esporte, Tv Santa Cecília

Guilherme Guarche – Coordenador do Centro de Memória e Estatística