Tá No Sangue S.F.C.

Falta de respeito até com os que partiram

Fonte: www.tanosanguesfc.com.br   Por Anderson Santos   01/02/2016

 Sinta-se homenageado pelo torcedor e sócio do Santos F.C. Mimi, que são os verdadeiros donos e que amam o clube como você sempre amou.

O sócio e torcedor do Santos já está acostumado (embora não seja normal e nem justo) a passar por toda espécie de desrespeito ao se dirigir à Vila Belmiro para assistir um jogo de futebol do nosso amado Santos. 

Neste sábado passado (30), na estreia do Campeonato Paulista contra o São Bernardo, vivemos uma forma de desrespeito inédita com o torcedor do Santos, o desrespeito até com os que partiram. 

Explicamos o fato: 

Edmir Casemiro Gomes o Mimi, era um dos mais apaixonados torcedores do nosso Peixe. Sócio a muitos anos, era desses torcedores sem se interessar com correntes ou mesmo interesses políticos internos. Uma pessoa muito conhecida pela torcida e conselheiros do Santos e muito admirado pelo seu amor ao Alvinegro Praiano e sua simpatia. Porém mesmo com insistentes pedidos do Movimento de Sócios do Santos F.C. Tá No Sangue para a diretoria do Santos, por uma homenagem a este torcedor e sócio, não teve sequer direito à uma última lembrança que seria um minuto de silêncio. 

Nós questionamos. Se fosse por acaso algum figurão da Confederação Sulamericana, ou algum diretor da CBF desses que “JAMAIS” fizeram algo pelo Santos, se este não teria direito a um minuto de silêncio ou até mesmo nomes em instalações do Santos? 

Edmir, estaremos sempre aqui em defesa do torcedor e sócio como você que era um dos mais apaixonados pelo nosso Santos, e como hoje seria seu aniversário, parabéns e viva o Peixe! 

Temos certeza que nós do Movimento de Sócios do Santos F.C. Tá No Sangue e todos que o conheceram, vão fazer esse minuto de silêncio a você Mimi. Pois será feito de coração e não por obrigação.

Parabéns pela sua história no Santos F.C. Mimi.