Tá No Sangue S.F.C.

Com arrecadações pífias, Santos ocupa 7º lugar em renda líquida no Paulistão 2016

www.tanosanguesfc.com.br   Por Márcio Veratti   20/04/2016

Vila Belmiro lotada na final do Paulistão de 2016

Dono da 7ª posição em arrecadação em renda líquida no Paulistão 2016, O Santos ficou atrás de clubes inexpressivos do interior do estado como Botafogo-SP, São Bento, Novorizontino e Ferroviária.

Essas ridículas arrecadações de um clube com a grandeza do Santos e de sua torcida, se dá a insistência e o provincianismo da diretoria atual, que como as anteriores, continuam com o "projeto a longo prazo" de apequenar cada vez mais o grande Santos Futebol Clube com a ideia de mandar quase todos os jogos na pequena Vila Belmiro, que mesmo com o tamanho atual, na maioria das vezes não atinge nem a metade de sua ocupação que hoje chega próximo de 15.000 pessoas.

O mais inimaginável, é presenciar jogos de quartas, semi-finais e finais de campeonatos com um público de pouco mais de 14.000.

A linda cidade de Santos que é a cidade sede de nosso clube, tem todo o direito de sediar jogos decisivos, mas principalmente decisões e clássicos regionais, deveriam ser revezados meio a meio com o estádio do Pacaembu, pois o Santos F.C. não pode continuar com essa arrecadação de clube anão. Arrecadação de clube anão sim, pois estamos atrás de clubes pequenos do interior que lutam apenas por migalhas para se manterem no pequeno cenário regional.

Um clube de futebol, cada vez mais depende de receitas para ter sucesso, e o presidente do Santos, sua diretoria e seus conselheiros, não podem simplesmente ignorarem cerca de 3 milhões de torcedores Santistas da grande São Paulo e interior próximo, colocando a frente interesses próprios e eleitoreiros.

O Santos F.C. tem que ser dirigido de forma profissional buscando visibilidade, lucro e consequentemente para atender e satisfazer os seus torcedores e sócios que são os principais clientes, e não somente aqueles que os elegeram.

O Movimento de Sócios do Santos F.C. Tá No Sangue apoiou e elogiou decisões acertadas da diretoria como a inauguração da sub-sede da capital e a assinatura de contrato com o Esporte Interativo. Mas no item mais importante em um clube que é valorizar o seu torcedor e o seu sócio, o Santos peca a mais de 20 anos. E nós estaremos sempre cobrando esta valorização, pois tememos que o Santos desapareça do cenário nacional.