Tá No Sangue S.F.C.

Lucas Lima, mais respeito com o Santos F.C e sua torcida

www.tanosanguesfc.com.br   Por Márcio Veratti   Colaborou: Alexandro Veratti e Anderson Santos 20/03/2016

Foro divulgação/Santos FC

Não é de hoje que jogadores contratados ou promovidos das categorias de base, antes mesmo de suas estreias, já falam do sonho de jogar na europa. Mal assessorados por empresários ou pressionados pelas famílias, antes da realização profissional, já pensam apenas no dinheiro.

Mas nesta semana que passou, o atleta e funcionário do Santos F.C. Lucas Lima, foi longe demais, desrrespeitando o clube que trabalha e toda sua torcida, dizendo que o Santos tem que ter gratidão com ele. Ele encheu a boca ao falar que poderia ter saído do Peixe no início do ano por meios judiciais por conta de alguns meses de salários atrasados. A atitude do funcinário do Santos, é uma estratégia e pressão sobre a diretoria do Santos, para que ele seja liberado facilmente no meio do ano por valores abaixo de sua multa contratual.

Mas estamos aqui para lembrar, que antes na reserva do Internacinal de Porto Alegre e no esquecido futebol do nordeste onde atuou pelo Sport, Lucas Lima nunca tinha sido convocado pela seleção brasileira e muito menos tinha propostas do continente europeu. Lembramos também que o futebol de Lucas Lima evoluiu e deu certo, porque o Santos é o único clube do país que prioriza o ataque com rapidez  e o futebol arte, pois em qualquer outro clube, Lucas Lima seria no máximo um segundo volante preso com o único objetivo de marcar.

Lucas Lima é quem tem que ter gratidão ao Santos Futebol Clube, pois conquistou apenas um campeonato paulista em 2015 na loteria das cobranças de pênaltis, e no segundo semestre do mesmo ano, liderou e reforçou de pedido para pouparem os titulares na reta final do campeonato brasileiro, onde o Peixe ocupava o G4 na tabela, entregando de bandeja a vaga na Libertadores da América para o rival São Paulo. Sem contar da final da Copa do Brasil, onde Lucas Lima tremeu e quase se mijou de medo ao pisar no campo do adversário no segundo jogo decisivo.

O Movimento de Sócios do Santos F.C. Tá No Sangue exige respeito com o Santos Futebol Clube e toda sua torcida por parte do jogador Lucas Lima, e se o funcionário e atleta não esteja satisfeito, que o empresário ou ele, pague a multa contratual e saia. Para um clube que resistiu a saída do maior jogador de todos os tempos, passará desapercebido a saída de um jogador que sabe jogar apenas dentro da Vila Belmiro e treme ao pisar em outro estádio.