Tá No Sangue S.F.C.

 

O PAULISTA VALE MUITO PRA QUEM GANHA 

 www.tanosanguesfc.com.br   Por: Alexandro Meiato Veratti   13/04/2016

Serginho comemora o gol do título paulista de 84, com a camisa que foi inspiração para a nova camisa listrada do Peixe

Voltando no tempo, exatamente em 1984, o Santos Futebol Clube sagrou-se campeão paulista com uma vitória simples no jogo final, vencendo o time da marginal por 1x0, com gol de Serginho Chulapa, sendo o artilheiro do campeonato com dezesseis gols junto com Chiquinho do Botafogo.

Vale ressaltar que tínhamos vários destaques no time, como o excelente goleiro Rodolfo Rodrigues, o zagueiro Marcio Rossini, o volante Dema, o habilidoso ponta esquerda Zé Sérgio, o armador Paulo Isidoro e Lino na marcação, com sua rara habilidade.

Apesar do empate nos dar o título, o time não se manteve na defensiva e nos minutos finais do segundo tempo, Zé Sérgio cruzou da ponta esquerda para dentro da área e Serginho Chulapa só escorou a bola abrindo o placar e sacramentando o título paulista em cima do seu maior rival, que aliás, tem um gosto especial.

A parte triste do jogo foi que o pai do jogador Paulo Isidoro tinha falecido uma semana antes do jogo final, mas, mesmo assim o jogador participou da partida, e o título, de um certo modo serviu para amenizar sua tristeza pela perda de seu pai.

Era o décimo quinto título paulista do Peixe.