Tá No Sangue S.F.C.

Ricardo Oliveira pode ser operado por problema no joelho

Jogador faz exames durante a semana, e decisão sobre cirurgia sai nesta sexta-feira (27)
Fonte:  www.atribuna.com.br   Por: MICHAEL SANTOS   25/05/2016

Centroavante tem limitação de movimentos no joelho
(Foto: Alberto Marques/A Tribuna)

Ricardo Oliveira pode ter de passar por cirurgia por causa de uma contusão em seu joelho direito. O jogador faz tratamento há mais de três semanas e vai realizar exames médicos para definir se o ideal é ser operado. A decisão do departamento médico será tomada até sexta-feira, e o atleta não tem data para retornar aos gramados.

Rodrigo Zogaib, médico do time, confirmou a possibilidade de intervenção cirúrgica para A Tribuna On-line. O profissional também deu detalhes sobre a lesão. “Ele tem uma inflamação dentro da articulação. Trata-se de uma membrana que produziu líquido em excesso. Não estamos conseguindo fazer diminuir o necessário”.

Segundo o médico, já houve evolução. Contudo, não a ponto de o atacante conseguir voltar a fazer trabalhos de campo. “Ela (inflamação) diminuiu, mas o jogador ainda não tem conforto. Tentamos colocar o Ricardo no campo, e ele não se sentiu confortável. Tivemos de regredir um pouco. Agora, está fazendo corrida indoor (dentro da academia)”, afirmou.

Como o tratamento convencional não recuperou o atleta por completo, novas avaliações ocorrem. Até o final desta semana, haverá a definição sobre qual procedimento será adotado daqui em diante.

“Até sexta vamos definir. Fizemos de tudo no sentido fisioterápico. Vamos tentar outra linha”, declarou Zogaib, salientando que, em caso de operação, será algo simples, não demandando período longo de inatividade. “A cirurgia seria uma limpeza, uma lavagem”.

Seleção

A lesão, que limita os movimentos de Ricardo Oliveira, o impediu de defender a seleção na Copa América. Por sinal, partiu do próprio atleta a iniciativa de falar com Gilmar Rinaldi, coordenador de seleções da CBF, e expor sua condição.

O avante, de 36 anos, preferiu ser cortado ainda no Brasil. Ele considerou que se fosse aos Estados Unidos, onde será disputado o torneio, seria retirado lá, atrapalhando a preparação do time e complicando a convocação de um substituto

Assim, o atacante e Rinaldi conversaram na última sexta-feira. Os dois concordaram que o melhor seria convocar outro atacante. E Jonas, do Benfica, foi o escolhido.