Tá No Sangue S.F.C.

Santos sofre, vence o Audax e conquista o 22º título paulista

Peixe passa sufoco, mas contra-ataque no fim do primeiro tempo determina a vitória
Fonte: www.atribuna.com.br   Por: LEANDRO MAIA   08/05/2016

Com gol de Ricardo Oliveira, equipe santista levou o 22º título estadual (Foto: Rogério Soares) 

Em um jogo extremamente difícil, o Santos venceu o Audax, na Vila Belmiro, por 1 a 0 e conquistou o título do Campeonato Paulista de 2016, o 22º estadual da história do clube. O time de Osasco teve mais posse de bola, mas não concretizou as chances em gols. Já o Santos, fez o gol do título com Ricardo Oliveira, em contra-ataque no qual o atacante tirou o zagueiro e finalizou na saída do goleiro Sidão.

Os 16.018 torcedores que foram a Vila conseguiram ver o quinto título paulista do Santos nos últimos oito anos. O Alvinegro ainda manteve a invencibilidade na Vila Belmiro de 28 jogos, além de não perder desde 2011, em casa, no Campeonato Paulista. O Santos ainda levou pra casa a premiação de R$ 4 milhões para o vencedor do torneio 

Apesar do domínio de jogo do time de Osasco, o Peixe tinha como arma o contra-ataque  
(Foto: Rogério Soares) 
O jogo

Apesar de estar jogando na Vila Belmiro, o Santos não conseguiu pressionar o Audax no começo do jogo. Pelo contrário, o time de Osasco chegou a ter 80 % de posse de bola nos primeiros minutos. No início, o Santos não pressionava o toque de bola do Audax, que finalizou duas vezes sem perigo, nos primeiros 15 minutos de jogo.

Já em dificuldades, o Santos teve uma baixa. Lucas Lima saiu de campo machucado, aos 25 minutos, para a entrada de Paulinho. O camisa 20 não aguentou a lesão no tornozelo, que já vinha desde a última partida. O Alvinegro jogava principalmente pelo seu lado direito do ataque com Gabriel, mas sem levar perigo para o Audax.

O jogo ficou mais aberto. As chances que eram poucas, logo surgiram para os dois lados. Aos 31, Tchê Tchê finalizou cruzado da entrada da área. A bola bateu na trave. Em seguida, a oportunidade apareceu para o Santos, em bola lançada no meio da zaga do Audax, Paulinho chutou para a defesa de Sidão.

O Audax vinha melhor no jogo, dominando as ações, mas como diz uma das máximas do futebol: “Quem não faz, toma”. Em um contra-ataque puxado por Vitor Bueno. Ricardo Oliveira driblou o zagueiro e finalizou na saída do goleiro Sidão, para abrir o placar, aos 44 minutos da primeira etapa. 

Ricardo Oliveira comemora: contra-ataque mortal determinou a conquista do caneco 
(Foto: Rogério Soares) 
Segundo tempo

Na volta para etapa final, o Santos começou a marcar mais em cima o Audax. O time de Osasco ainda mantinha a posse de bola, mas sem conseguir finalizar. A melhor chance veio com falta batida por Velicka, aos 10 minutos. Vanderlei defendeu. No rebote, o goleiro saiu do gol evitou o chute de Ytalo.

Com a vantagem no placar, o Santos começou a explorar mais os contra-ataques. Aos 22 minutos, Thiago Maia recuperou a bola e saiu jogando com Gabriel. O atacante santista atravessou o campo e lançou Ronaldo Mendes, que foi bloqueado durante o chute. Já o Audax, trocava passes na entrada de área do Santos, mas sem objetividade.

Em uma das poucas bolas cruzadas, o time de Osasco quase empatou a partida. Ytalo desviou a bola de cabeça e a bola foi no travessão. Logo em seguida, o Santos conseguiu fazer o segundo gol com Joel, mas a arbitragem assinalou impedimento e anulou o gol. A arbitragem errou, pois o atacante estava em condição legal.

O Santos ainda teve uma oportunidade no fim do jogo, aos 46 minutos. Ronaldo Mendes recebeu na entrada da pequena área,mas finalizou por cima da baliza. Mesmo assim, o gol não fez falta. O Peixe segurou o resultado e conquistou o título.

Santos

Vanderlei, Victor Ferraz, David Braz, Gustavo Henrique e Zeca; Renato, Thiago Maia, Vitor Bueno (Ronaldo Mendes) e Lucas Lima (Paulinho); Gabriel e Ricardo Oliveira (Joel)

Técnico: Dorival Júnior

Audax-SP

Sidão, Francis (Rodolfo), Yuri, Bruno Silva (Felipe Diadema) e Velicka; Camacho, Tchê Tchê, Juninho(Wellington) e Mike; Bruno Paulo e Ytalo

Técnico: Fernando Diniz

Estádio: Vila Belmiro, Santos-SP

Público: 16.018

Renda: R$ 934.920,00