Tá No Sangue S.F.C.

Santos falha no ataque, se salva no fim e arranca empate contra Audax

Fonte: ESPN.com.br   Por: Patrick Mesquita, de Osasco (SP)   01/05/2016   Foto: GAZETA PRESS

Santos empatou no fim diante do Audax no primeiro jogo da final

Santos empatou no fim diante do Audax no primeiro jogo da final 

O Santos abusou dos erros no primeiro jogo da final do Campeonato Paulista, disptuado neste domingo, no Estádio Prof. José Liberatti, em Osasco. Diante da sensação do estadual, o Audax, o time do litoral criou as melhores oportunidades. Acertou a bola duas vezes, "carimbou" o goleiro Sidão e ainda saiu em desvantagem graças a um belo gol de Mike. No entanto, o santista Ronaldo Mendes com uma falha de Tchê Tchê já no fim da partida e arrancou o empate por 1 a 1.

Agora, o Santos depende apenas de uma vitória simples para conquistar mais uma vez o Paulistão. No próximo domingo, os santistas recebem o Audax na Vila Belmiro. O clube de Osasco também precisará vencer para ficar com o título. Qualquer empate leva a disputa para os pênaltis. 

SANTOS ERRA, MAS SE SALVA

O primeiro tempo teve um Audax com a iniciativa de jogo, mas sem furar a defesa santista em nenhum momento. As chances para a sensação do Paulista demoraram a aparecer, mesmo com o já conhecido toque de bola envolvente da equipe da Grande São Paulo.

Já o Santos esperou pelo contra-ataque e apostou na velocidade do ataque para surpreender os donos da casa. Antes mesmo da final, os santistas já admitiam que a rapidez ofensiva com Gabriel, Lucas Lima e Ricardo Oliveira seria essencial.

A iniciativa quase deu certo em diversos momentos. Gabriel teve uma chance, Ricardo Oliveira acertou a trave duas vezes, Vitor Bueno desperdiçou a melhor oportunidade, ao demorar a finalizar mesmo livre na área.

O Santos foi penalizado pela falta de eficiência no ataque logo no início do segundo tempo. O Audax voltou melhor e aumentou o ritmo dos toques de bola no ataque, sendo mais incisivo. O resultado veio aos 12 minutos. Mike recebeu de Tchê Tchê dentro da área, cortou a marcação e bateu firme, sem chances para Vanderlei.

Apesar das falhas no ataque e de não jogar tão bem na etapa final, os santistas conseguiram o empate graças a um erro dos donos da casa. Tchê Tchê errou o passe no meio de campo. Ronaldo Mendes aproveitou e bateu para deixar tudo igual. 

TUDO PELO ESTILO DE JOGO

Nada de chutão. Já foi explicado que não é proibido, mas o Audax evita se livrar da bola até quando precisa desesperadamente. Logo no início do jogo, o time de Osasco foi pressionado duramente e tocou a bola de um lado para outro. A iniciativa irritou o técnico Fernando Diniz, que quase foi à loucura.

O mesmo acontece no ataque. O negócio é trabalhar a bola. Ninguém chuta de fora da área logo na primeira chance. A situação fez até mesmo a torcida se irritar em alguns momentos e pedir para a equipe finalizar o quanto antes.

CONFUSÃO?

Homem de bigode branco se envolveu em confusão

Vice do Audax (de bigode) quase brigou PATRICK MESQUISA/ESPN

Um princípio de confusão marcou o intervalo do jogo O vice-presidente do clube, Helder Carvalho, discutiu com o ex-jogador Marcelo Silva, que defendeu o clube santista nos anos 90, por lugares no camarote em Osasco.

Tudo começou quando o ex-jogador voltou do banheiro e entrou no camarote. Helder Carvalho acusou Marcelo de trazer pessoas de fora para o lugar reservado. Ao ser questionado, o vice do Audax se exaltou e começou a gritar pedindo a saída do ex-atleta, que tinha deixou o assento para não brigar com o dirigente.