Tá No Sangue S.F.C.

Revista revê critérios e diz que Pelé deveria ter 7 Bolas de Ouro

Na edição comemorativa dos 60 anos, a France Football mostra o Rei em primeiro lugar, na frente de Messi
FONTE: DA ESTADÃO CONTEÚDO

Quando o Rei Pelé jogava, a revista não premiava atletas de outros continentes

A revista France Football revisou a lista de ganhadores da Bola de Ouro em sua edição comemorativa de 60 anos. Na publicação, Pelé aparece como vencedor do prêmio em sete oportunidades, ultrapassando o argentino Lionel Messi, líder isolado no ranking oficial, com quatro conquistas.

Criada em 1956 pela revista francesa para premiar o melhor jogador da Europa, a Bola de Ouro só passou a receber a indicação de estrangeiros que atuavam no Velho Continente em 1995. Apenas em 2011, todos os atletas do planeta passaram a fazer parte da disputa.

Na nova relação, os brasileiros Garrincha e Romário também ganhariam o prêmio, por terem sido destaque nas campanhas das Copas de 1962 e 1994, respectivamente. Mario Kempes teria sido o vencedor em 1978, enquanto Diego Armando Maradona, também argentino, ganharia em 1986 e 1990.

Pelé considera sua última copa, a de 1970, a mais importante de sua carreira vitoriosa

Em 2014, a própria revista entregou uma Bola de Ouro especial para Pelé durante a cerimônia de eleição do melhor jogador do mundo. François Morinière, diretor da France Football, disse na época que a homenagem era uma forma de "consertar uma injustiça" com o Rei do Futebol.

Pelé não escondeu a emoção ao receber o prêmio durante em 2014. "Difícil dizer qual foi a mais importante. Minha primeira Copa, eu tinha 17 anos. Todos ficaram surpresos. Foi difícil porque eu era muito jovem. Foi um sonho. Fui selecionado para a equipe. A Copa de 1970, a última, o Brasil estava em boa forma e eu pensava, meu Deus, eu não posso me aposentar com uma derrota. Por isso, acho que a de 1970 foi a mais importante".