Tá No Sangue S.F.C.

Rolón tira sarro da Seleção Brasileira e leva puxão de orelha no Santos

Fonte: www.gazetaesportiva.com   Do correspondente Tiago Salazar - Santos, SP   31/03/2016 

Maxi Rolón é argentino, mas passou os últimos dez anos no Barcelona, antes de fechar com o Santos por empréstimo (Foto: Ivan Storti)

Maxi Rolón é argentino, mas passou os últimos dez anos no Barcelona, antes de fechar com o Santos por empréstimo (Foto: Ivan Storti)

O argentino Maxi Rolón ainda não estreou com a camisa do Santos, mas já criou sua primeira polêmica no clube. Nesta terça, o atacante de 21 anos, que passou os últimos dez no Barcelona, torceu por seus conterrâneos no duelo contra a Bolívia, pelas Eliminatórias Sul-americanas da Copa do Mundo de 2018, mas também não deixou de secar o Brasil. Depois do primeiro gol paraguaio, em Assunção, Rolón ignorou até mesmo o fato de Ricardo Oliveira, capitão santista, estar em campo e publicou o replay do lance com risadas na legenda em sua conta na rede social Snapchat.

Ao perceber que a postagem foi ‘printada’ por um seguidor, o jogador apagou a publicação, já que está em ‘terreno inimigo’ agora. Thiago Maia, que esteve com a Seleção Olímpica na última semana, avisou que vai repreender o companheiro.

Antes de Maxi Rolón apagar sua postagem, um seguidor do atacante 'printou' a publicação (Foto: Reprodução)

Antes de Maxi Rolón apagar sua postagem, um seguidor do atacante ‘printou’ a publicação (Foto: Reprodução)

“Eu não cheguei a ver isso, não. Mas tenho certeza que é uma brincadeira dele, assim como o Matheus Sales e o Gabriel Jesus brincaram comigo na Seleção sobre a Copa do Brasil. Isso ai faz parte. Isso ai acaba fortalecendo a gente, deixa o ambiente bem legal. Eu vou dar um puxão de orelha nele ali, daqui a pouco”, brincou o volante, acompanhado por Zeca.

Eu nem tenho (Snapchat). Não vi. Mas também vou dar um puxão de orelha nele”, avisou o lateral esquerdo, alimentando a brincadeira com Rolón, mas deixando claro que ainda é difícil ouvir o sarro dos palmeirenses desde a derrota na final da Copa do Brasil do ano passado.

“Sobre o Matheus Sales e o Jesus, a gente conversou, brincou, sim, mas o Thiago brincou mais. Eu não procurei brincar muito, não, senão ia ficar meio nervoso também. Mas foi isso que aconteceu. Tudo brincadeira. Faz parte. Quando tiver outro campeonato, a gente pode ganhar o título também e brincar com eles”, contou Zeca.

E se Máxi Rolón tirou a terça à noite para torcer contra a Seleção Brasileira, Thiago Maia estava na corrente oposto. O jogador contou que até entrou em contato com Ricardo Oliveira minutos antes da partida e chegou a postar um vídeo na rede social Instagram vibrando com gol do camisa 9.

“Antes de começar o jogo, conversei com ele. Fiz uma oração com um amigo para ele fazer bom jogo e gol. Eu gritei muito. Depois, gravei um vídeo comemorando o gol dele. Fico feliz por ele. Ele batalha”, ressaltou Maia.

A primeira vez que Maxi Rolón se envolveu em uma polêmica no Santos foi logo quando chegou ao clube. A contratação do jogador acabou gerando um atrito entre diretoria e comissão técnica, já que Dorival Júnior sequer foi consultado sobre o jogador antes do negócio ser fechado. Com o atraso para conseguir o visto de trabalho no Brasil, o argentino não pôde ser inscrito na primeira fase do Campeonato Paulista e ainda aguarda às quartas de final ou o início da Copa do Brasil para, enfim, vestir a camisa alvinegra em uma partida oficial.