Tá No Sangue S.F.C.

"TÁ NO SANGUE" O TÍTULO DE 2002

Fonte: www.tanosanguesfc.com.br   Por:  Alexandro Meiato Veratti   28/03/2016

Foi realizado no dia 15/12/2002, a final do campeonato brasileiro de futebol, no estádio do Morumbi, a partida entre Santos e o time da marginal, e a torcida do Santos estava aguardando há dezoito anos um título importante ser conquistado, e nada melhor do que aquele inesquecível jogo, onde aconteceram duas viradas de placar, e para coroar, em cima do maior rival do Santos.

No começo daquela  competição não tínhamos crédito por parte de ninguém, aliás, nunca depositaram crédito no Santos Futebol Clube.

Por incrível que pareça, muitos torcedores estavam inseguros pelo fato do time ser muito jovem, mas a persistência da diretoria e do técnico Emerson Leão fez com que todos os pessimistas mudassem de opinião conforme o time se aproximava das fases finais do campeonato.

Chegamos na final!

Foi um jogo onde todos se superaram, mas Robinho foi o protagonista daquele verdadeiro espetáculo, com jogadas rápidas e de habilidade surpreendente, começando com uma sequência de pedaladas sobre o zagueiro Rogério, que não teve outro jeito senão derrubar o Robinho, sendo assim, Santos 1 x 0.

Image

O momento mais apreensivo do jogo foi quando o adversário fez 2 x 1, e foi nesse momento que todos os santistas viajaram no tempo e lembraram daquela  semi  final do campeonato paulista de 2001 contra esse mesmo adversário, onde tomamos um gol nos momentos finais, nos tirando da final do campeonato paulista daquele ano.

Mas aquele título tinha que ser nosso de qualquer jeito. E nos minutos finais, Robinho, em uma linda jogada pelo lado direito do ataque, tocou para Elano empatar em 2 x 2, e praticamente tirar todas as esperanças do adversário de uma possível  reação.

Mesmo com o título praticamente garantido, ainda faltava o terceiro gol e a virada no placar, para fechar o caixão do time da marginal. Foi quando Robinho, mais uma vez, pelo lado esquerdo do ataque fez o que quis com a zaga adversária e a bola sobrou para Léo, que driblou e chutou fazendo um golaço, sacramentando a  vitória do nosso glorioso SANTOS FUTEBOL CLUBE e o tão sonhado TÍTULO.

"INESQUECÍVEL".

Image