Tá No Sangue S.F.C.

Opinião Tá No Sangue S.F.C. sobre novo estádio em Santos-SP

FONTE: www.tanosanguesfc.com.br   Por Márcio Veratti   Colaborou: Anderson Santos   11/01/2016

A notícia que mais agita os torcedores e sócios do Peixe é a provável construção de um estádio ou arena na cidade de Santos-SP.

Colhemos informações que será um projeto e construção a custo ZERO para o Santos F.C., e será construido em uma área próximo da Vila Belmiro (terreno do Clube dos Portuários e da A. A. Portuguesa Santista). A princípio o projeto será um estádio com capacidade para 25 mil pessoas ou 35 mil, assunto esse ainda não definido.

O diferencial dessa areana que além de moderna e confortável, será para utilização para shows, praça de alimentação, estacionamento e lojas que formarão um shopping, assim trazendo fontes de rendas para o Santos F.C., A. A. Portuguesa Santista, Clube dos Portuários e a prefeitura de Santos-SP que são os parceiros envolvidos.

A Vila Belmiro será reformada e preservada como ponto turístico e ficará totalmente disponível para realização de eventos e jogos festivos.

O Santos F.C. como já dizemos  terá custo ZERO neste empreendimento e apenas emprestará seu prestígio e sua marca utilizando o novo estádio ou arena em jogos com ideia de atrair mais público, pois poderá oferecer mais conforto e serviços básicos descentes como alimentação, entreterimento, comodidade e higiene, assim trazendo de volta toda a família para o estádio.

A ideia é que esse novo estádio ou arena seja construido com arquibancadas próximas ao gramado para que seja feita muita pressão no adverssário.

Não se sabe ainda sobre as participações do Santos nos lucros dos serviços que a nova arena irá fornecer, ou o percentual de renda dos jogos, mas sabemos que o Santos vai levar a maior fatia pois é em função do Alvinegro Praiano que o projeto será realizado onde o Santos será a principal atração deste novo palco.

O Movimento de Sócios do Santos F. C. Tá No Sangue apoia o projeto e a construção dessa nova areana ou estádio na cidade de Santos-SP nas condições citadas. Mas sem esquecer da promessa do presidente Modesto Roma Jr. de jogar 30% dos mandos dos jogos do Peixe no Pacaembu e alguns jogos esporádicos em outras praças desportivas com grande concentração de torcedores do Santos. Pois não se pode desprezar principalmente na grande São Paulo, a maior concentração de Santistas do país onde representa mais de 60% do torcida com o maior poder aquisitivo do Brasil.